quarta-feira, novembro 26, 2008

TUTORIAL DESENHO A CARVÃO ( PARTE IV)
Dicas e técnicas de como fazer um desenho a carvão

Por fim com a mesma técnica (através de linhas cruzadas) cria-se manchas e sombras claro/ escuro em todo o desenho utilizando sempre o lápis grafite 3B e 6B, o último para sombras mais escuras. Para fazer o degradê utiliza-se um papel macio. Quando o desenho estiver pronto, vamos criar a luminosidade, e consegue-se isso com uma borracha branca que não deixe o desenho borrado.
Nota: limpar sempre a borracha numa folha à parte em cada utilização.
Durante todo o processo usar sempre uma folha branca normal, por baixo da mão que estamos a desenhar.
Desenho Finalizado
Desenhar, pintar, é uma boa terapia. O importante é começar sem desistir, se não conseguir à primeira, tente novamente, como em tudo é preciso gosto, tempo e dedicação, desenhar não é só para alguns, desenhar é para todos aqueles que têm vontade de o fazer.
Se tiver alguma dúvida sobre algumas técinicas que utilizo nos meus desenhos não hesite em contactar-me através do blog ou por e-mail.

Bons Desenhos e muita criatividade!

segunda-feira, novembro 24, 2008

TUTORIAL DESENHO A CARVÃO ( PARTE III)
Dicas e técnicas de como fazer um desenho a carvão

Passo seguinte é criar sombras nos olhos de modo a torná-los mais expressivos. Os olhos são um factor muito importante num desenho a carvão, e na minha opinião pessoal, quanto mais expressivos eles forem mais real se torna o desenho. Para criar as sombras da íris, utilizei o lápis 3B, e nas extremidades um lápis 6B, sempre com o método de mancha através de linhas cruzadas.
Depois, criei linhas cruzadas entre si, para sombrear as pálpebras, e por debaixo do olho. Depois de estar concluída a sombra, com um papel bastante macio espalha-se a mesma, criando um degradê ao longo da face.

Pormenor do olho

quinta-feira, novembro 20, 2008

TUTORIAL DE DESENHO A CARVÃO ( PARTE II)
Dicas e técnicas de como fazer um desenho a carvão

No segundo passo, com a ajuda das linhas principais, utilizando o lápis de mina mais rija ex: HB ou o lápis B, e com a foto original a cores ao lado, vamos começar a delinear o sombreado.
O sombreado ou mancha, é feito unicamente com linhas cruzadas entre si.
Temos de ter atenção à sombra e à luminosidade, para isso temos a ajuda da fotografia a cores. Nas zonas com mais sombra utiliza-se um lápis de mina mole ex: 3B para primeiro estudo. Se a zona não tiver qualquer luminosidade, ou seja, se for um a zona apenas de sombra, vamos utilizar o lápis de mina mole ex: 6B.
Na sombra vamos fazer por passos, vamos carregar cada vez mais no lápis até fazer uma sombra/mancha que pretendemos, fazendo de seguida um degradée usando apenas o lápis.
Depois de "assinalar" onde fica a zona de sombra, começamos a fazer os olhos.

RETRATO A CARVÃO II
Finalizado

Depois do vídeo, finalmente estou a colocar o desenho terminado.
Espero que gostem
BJ
Sónia

Para fazer encomendas de retratos a carvão contactar para: quadroutile@gmail.com

terça-feira, novembro 18, 2008

TUTORIAL DE DESENHO A CARVÃO ( PARTE I )
Dicas e técnicas de como fazer um desenho a carvão

Devido à quantidade de questões que me colocaram, como foi feito o retrato a carvão (no tópico do dia 10 de Dezembro de 2007) ,materiais utilizados e técnicas usadas, resolvi criar um "post" sobre o tema, para aqueles que já desenham retratos para amigos e/ou familiares, para aqueles que gostam de desenhar mas que precisam de algumas dicas sobre técnicas.
Cada pessoa tem o seu traço, estilo e gosto diferente. Mas existem algumas técnicas que podem ser utilizadas, mas não é regra, cada um deve de fazer como gostar mais.
O tutorial que vou colocar aqui, é mostrar a minha técnica.
Em primeiro lugar faço um rascunho grosseiro das linhas principais.
As linhas principais são a localização dos olhos, nariz, boca, tamanho da face, orelhas, sobrancelhas, e centrar o desenho na folha.
Para fazer o rascunho do desenho, utilizo um lápis grafite B ou HB, e o suporte utilizado por mim, é papel Cavalinho A3.

sábado, novembro 15, 2008

FATO ESQUELETO RECICLADO

Este é um fato muito simples de fazer, reciclando roupas velhas, e transformando-as em fatos de carnaval ou para uma festa de máscaras.
O que fiz foi, procurar uma camisola e umas calças confortáveis, de cor clara, sem letras nem desenhos impressos. Encontrei uma que tinha umas manchas que era impossível de sair, foi a que utilizei.
Coloquei uma panela com água a ferver, seguidamente coloquei tinta para tingir roupa, de cor preta.
Depois da roupa estar tingida, e seca, desenhei os ossos do esqueleto, e pintei com uma tinta especial de relevo para texteis, na camisola e nas calças. Coloca-se uma boa camada de tinta na área que pretendemos. Depois de pintada, passei com o secador na zona da tinta, ficando com relevo. Por fim coloquei uma tinta que brilha no escuro.


Pormenor da tinta de relevo no tecido


Passamos à fase seguinte, a das pinturas faciais.


Por fim, está pronto o nosso terrível e assustador esqueleto.


As roupas velhas e estragadas podem ter alguma utilidade.

Espero que tenham gostado.

BJ Sónia


quarta-feira, novembro 12, 2008

RECICLAR CAPAS DE LIVROS
Mala "capa de livro"

Hoje encontrei num blog uma maneira original de reciclar os livros velhos, de capa rija, que temos em casa. Ao invés de os deitar fora, porque não fazer umas malas de mão, com as capas dos livros preferidas?
Aqui vai o link com uma apresentação em vÍdeo, passo a passo, de como se faz estas maravilhosas malas.

http://www.curbly.com/Chrisjob/posts/4164-Curbly-Video-Podcast-How-to-Make-a-Handbag-out-of-a-Recycled-Book-
Divirtam-se
Beijinhos
Sónia

domingo, novembro 09, 2008

Retrato a Carvão II


Olá a todos, estou a preparar um retrato a carvão que foi encomendado, ainda está incompleto, depois de acabar irei colocar o resultado. Entretanto mostro uma parte do vídeo da evolução do desenho a carvão.


Sónia





segunda-feira, novembro 03, 2008

GATO DAS BOTAS COM MATERIAL REUTILIZÁVEL


No Carnaval de 2007, decidi mascarar o meu filho de Gato das Botas, e como o tema era um personagem de contos tradicionais e não encontrava nada que me agradasse, decidi arregaçar as mangas e por mãos à obra.
Como gosto de trabalhar com materiais reciclados ou reutilizáveis, e da largas à criatividade, decidi fazer o chapéu e as botas do gato.

Vou começar por explicar passo a passo com foi feito, assim pode tirar algumas ideias, para fazer o mesmo ou outro.
Primeiro passo é encher um balão de modo a ficar com um tamanho aproximado da cabeça da criança que o vai usar.
Depois de ter a cola caseira preparada, começamos por colocar jornais com a mesma cola, a ocupar apenas metade do balão, com a ajuda de um pincel. Com as mão vamos alisando o melhor possível a superfície. Depois de seco, repete-se este processo mais 2 vezes , ou até mais, de maneira a ficar resistente para não se estragar com facilidade.


Segundo passo, utilizando um cartão de grandes dimensões, fazemos um círculo com a medida pretendida, e um círculo no centro de modo a encaixar a parte de cima do chapéu.

Em seguida, todo o processo se repete, mas desta vez, no círculo. Podemos colocar várias tiras de jornal em volta, entre a parte de cima do chapéu (meia -lua) e a aba. Assim depois de seco não se solta, ficando também mais resistente.

Como mostro na figura seguinte, deixei um pequeno espaço debaixo da aba, não apenas para fixar melhor, mas também para colocar o mesmo material que usei no fato de gato.
Em seguida dobramos uma das partes laterais e fixa-se com fita cola ou cola quente.

No passo seguinte, com a ajuda de uma cartolina damos forma à parte superior do chapéu para não ficar redondo, e coloca-se outra cartolina no topo. Voltamos a colocar papéis de jornal com a ajuda da cola caseira e deixa-se secar.
Depois de tudo feito e seco começamos a pintar. A tinta utilizada é tinta acrílica de cor preta com um toque prateado em algumas partes, para dar brilho e um aspecto de usado.

Depois de colocar o mesmo tecido do fato, e a pena com certa de 50cm, está concluído o chapéu do gato das botas.

Agora mãos à obra para fazer o cano das botas.

"BOTAS"

Primeiro passo é tirar as medidas da perna da criança, não nos podemos esquecer que o cano das botas tem de ser alto, mas de modo a criança se poder movimentar com elas, então o truque é serem altas na parte da frente e curtas (por baixo do joelho) na parte de trás para dar mobilidade.

Com uma caixa de cereais faz-se o molde e coloca-se jornais com cola caseira. Em seguida, enrolamos uns pedaços de jornal par dar um aspecto de dobras. Para ajudar a dar aquele aspecto de material enrugado ou pele colocamos papel higiénico com cola caseira, por ter uma textura diferente do jornal.

Depois de seco, o passo seguinte é pintar o cano das botas com tinta acrílico de cor preta. Na foto seguinte já se percebe as rugas feitas com o papel de jornal.

Por fim colocamos cola branca no topo do cano da bota e fazemos à parte a dobra da mesma com jornal e papel higiénico, de modo a tapar quase metade do cano da bota.

Na foto seguinte, mostra a parte de trás das botas , depois de estar tudo pintado e seco coloca-se velcro preto de forma a ser mais fácil de colocar na perna da criança.

O fato foi feito com tecido a imitar pêlo de animal. A capa em feltro aberta à frente. E o resultado foi este.




O fato de gato das botas para além de ter feito muito sucesso entre as crianças e adultos, o mais importante para mim, foi ter feito o meu filhote muito feliz em usa-lo!

Espero que tenham gostado!!!

VISITE AS POSTAGENS ANTIGAS
Pesquisa personalizada